segunda-feira, 12 de maio de 2008

Rygar: the Legendary Adventure




Gráficos: 6,0
Som: 6,5
Jogabilidade: 5,8
Replay: 5,5
Desafio: 5,8

NOTA FINAL: 5,8


Chega a ser crueldade comparar God of War II com Rygar, the legendary adventure, mesmo que este siga os melsmos moldes desta obra prima. Tudo bem, temos que dar um crédito. Rygar foi lançado muito antes, em vista de que ele é um remake de um jogo que nasceu na época dos 8 bits. É possível ver cenários familiares neste remake, como belos crepúsculos. O jogo,primeiramente lindo, depois revela seu verdadeiro padamar gráfico,que infelizmente sofre de texturas pobres e cansadas. O som até que não é dos piores, mas possuí barulhos irritantes e ridículos, que fizeram muito sucesso na época do PSOne, mas como eu disse, na época do PSOne.
A jogabilidade não é nem de longe magnífica, em vista de que para alguns iniciantes nesse gênero de jogo, alguns movimentos vão parecer impossíveis de início. O replay não é bom, já que não existe muitos incentivos para começar uma nova partida. A não ser que você goste dessa...dessa coisa. O desfio é genérico, só existe dificuldade mesmo nos chefes, que são dificílimos, e as vezes você se verá enfrentando dois deles seguidos, sendo que os segundo terá que ser enfrentado com o sangue que sobrou do primeiro. O jogo tem a cara de pau de nem dar ao jogador uma "Ambrosia", elemento mágico que recupera seu sangue depois do primeiro chefe. Procure este jogo só se tiver curiosidade ou então se quiser rir(ou se frustrar) um pouco.

4 comentários:

Anônimo disse...

seu filho da mae esse jogo é um cú muito do marrom e ´´os segundo´´

MUSICO disse...

quero saber como dou a força especial

Anônimo disse...

existem códigos de rygar

Anônimo disse...

você aperta r1,l1 e triângulo juntos e pronto você dá o especial!