sexta-feira, 28 de março de 2008

THE GODFATHER





Meus respeitos ao poderoso chefão!

Gráficos: 8,5
Som: 9,5 Disponível para PS2, Xbox,
Jogabilidade: 7,5 e PC.
Diversão: 8,5
Replay: 6,5
Dificuldade: 8,0

NOTA FINAL: 8,5

“Tarantam-tam-tam-tem-tam-tem-tam-tem-tem-toum...” A popularidade da trilogia de filmes o poderoso chefão foi tanta que esta música ficou conhecida por tudo e todos, mais ela cresceu mais ainda a ponto de ganhar um jogo baseado nele, e desta vez, os resultados não decepcionam...
O jogo segue os moldes de GTA, um mapa gigantesco com várias missões e submissões, possibilidade de roubar veículos ( esqueça motos e lanchas, pois isso não existe aqui.) entre outras coisas.
Os gráficos impressionam, com texturas limpas e bem arrumadas, e até são um pouco melhores do que os da obra prima da RockStar, o som também é bom, fiel ao do filme , com músicas que o consagraram.

A ferramenta de criação de personagens também merece destaque, que permite que você crie o seu próprio mafioso ( se quiser, coloque uma costeleta e um suspensório preto para deixar o seu personagem com cara de “ se você piscar pra mim eu te mato!”, como eu fiz.)

Bom, agora vamos analisar a parte ruim, que infelizmente, são erros graves que não permitem que este seja um jogo nota 10. Os seus companheiros que te ajudam nas suas missões são burros, eles sempre vivem te seguindo( essa não é a parte ruim), e quando você entra em uma porta e quer sair imediatamente porque te metem chumbo, ou vê que é o lugar errado , eles bloqueiam a porta e não te deixam sair nem se você atirar neles ( o personagem Monk não cansa de fazer isso).
Você já imaginou estar dirigindo a uns 200 km/ h rumo ao próximo objetivo e ter que acessar um menu para ver o mapa? Sinceramente, corta completamente o clima! Bom, mesmo com esse entre outros erros, The Godfather é um bom jogo que certamente lhe renderá bons momentos de diversão.


Nenhum comentário: